Como Projetar um Armário Prático

Armários mal projetados podem custar o mesmo preço de armários planejados bem projetados para serem fabricados. O modo como você projeta e usa o espaço é que faz a diferença. Se você está começando com a ideia de criar um armário para a sua casa, mas ainda não sabe por onde começar, este guia ajudará você a decidir o que criar, o que armazenar e como aproveitar ao máximo cada centímetro de espaço. Vamos lá!

  • Apenas construa o que você precisa – Decida o quão grande ou pequeno você precisa que seu armário seja antes de começar o projeto. É tentador ver uma parede grande e vazia e sacrificá-la com um armário sem considerar qual será o conteúdo. Ao construir o seu armário com base apenas em quanto espaço pendurado você precisa, até mesmo um pequeno quarto pode manter uma sensação de espaço, com espaço para uma cama grande, uma mesa e talvez mais utilidade. Você também pode acabar gastando menos da metade do dinheiro que ganharia se optasse por um armário planejado de parede inteira.
  • Organize-se – Se você quiser maximizar o espaço, agrupe roupas de tamanho semelhante, não desperdiçando nenhum centímetro. Se você tiver um grupo de itens semelhantes com pelo menos 50 cm de largura quando pendurados juntos, vale a pena dar a eles uma seção separada.
  • Concentre-se na ergonomia – Ninguém quer se arrastar no chão para encontrar suas roupas ou ficar incomodado se abaixando para colocar bolsas ou cachecóis em uma prateleira na altura do joelho, não é verdade? Projete seu espaço de maneira mais ergonômica e você perceberá que as coisas são muito mais fáceis de encontrar. Além disso, será muito mais fácil manter seu armário organizado. Posicionar as prateleiras acima do espaço para pendurar é um forma inteligente ergonomicamente. Você pode empilhar até o topo da prateleira quando não houver a necessidade de alcançar esses objetos constantemente. Faça assim e você dificilmente precisará reorganizar seu guarda-roupa, pois as coisas terão lugares específicos de acordo com a sua demanda de uso.
  • Pense nas gavetas – As gavetas aumentam significativamente o preço de um armário embutido, restringem o layout e o desperdício de espaço. Seja engenhoso com o seu espaço. Se você já tem uma cômoda ou mesas de cabeceira no quarto, talvez seja tudo que você precisa para roupas íntimas e meias. Sweaters e camisetas ficam melhor em prateleiras abertas, onde você possa pegá-los facilmente.
  • Adicione armazenamento em outro lugar – Quando você tem um pequeno espaço, o truque é usar cada centímetro de armazenamento por completo. Você pode conseguir isso por não ter nada além de roupas penduradas no armário. Não adianta guardar roupas dobradas em prateleiras de armários, pois no final isso pode virar uma bagunça. Em vez disso, use o espaço para pendurar roupas, depois coloque roupas e sapatos dobrados em outro lugar.
  • Fique atenta aos seus sapatos – Se o espaço for apertado, talvez não seja possível armazenar todos os seus sapatos no armário. Se você pode encaixá-los, procure guardá-los nas prateleiras no meio da altura do armário para que você possa vê-los. Independentemente de você escolher prateleiras comuns, prateleiras deslizantes ou gavetas, não há necessidade de dar aos sapatos muito espaço. Eles normalmente têm apenas 30 cm de profundidade e se encaixam em alguns lugares bem apertados.
  • Flexibilidade – O grande segredo de um armário flexível é que as hastes penduradas inserem nos mesmos orifícios que a prateleira suporta, para que você possa trocá-las conforme for necessário. No verão, você poderia usar varas para pendurar blusas e, no inverno, trocar as prateleiras para guardar suéteres. Guarde as roupas fora de época distantes do caminho da prateleira superior.

Essas são algumas dicas de como aproveitar melhor o seu armário. Caso deseja criar um armário planejado para sua casa, entre em contato conosco!

Um pensamento em “Como Projetar um Armário Prático

Comentários estão fechados.

Rolar para o topo